Páginas

domingo, fevereiro 28, 2010

InCaUtOs

Acordo
olhos ainda fechados
trôpegos e embaraçados
querendo continuar a vagar pelo caminho dos sonhos

abro os olhos
cheios de saudade de ontem
querendo viajar rumo a um amanhã incerto
e hoje... tudo parece sombrio
tudo parece insípido

levanto na luta de viver
porque não viver seria o mesmo que esquecer
opto por permanecer
na constância da harmônia sagrada e mundana
de ter e não ter

saio pelos caminhos costumeiros
vejo os mesmos rostos
nada me faz sorrir...
tudo indica que meu sorriso anda meio escondido
tudo indica que ainda vivo
que existo por ter que existir

sim eu vivo... porque preciso existir

mas em algum lugar do mundo
há alguém em profunda batalha sangrenta

alguém cujo sorriso inocente
revelaria não só por onde andam meus sorrisos
como também a fórmula pro meu coração voltar a bater

tão forte... tão rebelde
indomável... como um pássaro que ganhou a liberdade
vivo...

e assim mais uma vez vem a noite
revelar os anseios mais profundos
nas horas onde o silêncio do mundo
revela o som da minha própria voz.

e permaneço... esqueço
finjo que não estou em mim

3 comentários:

Athos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Enil Frazão disse...

Muito lindo, parabéns, queria eu ter escrito isso. Bjs

Kethlene Vanzeler disse...

obrigada baby! :)