Páginas

terça-feira, dezembro 20, 2011

Prece para o amor



Que eu não passe por essa vida sem ter você

que o teu coração me reconheça toda vez que nos encontrarmos

que o teu sorriso seja para mim como uma luz nos dias de escuridão

e que tua presença seja meu conforto e minha tranquilidade

que tua ausência não seja demorada

mas cada vez que voltares meu amor será mais forte

pois é mais resistente tudo o que supera o tempo e a distância

que eu seja teu alívio e teu ombro

que eu seja teu desejo ansioso por realizar-se

que tu sejas o meu encanto

minha leveza e meu sorriso manso

que nossas vozes sejam únicas e inconfundíveis

e que seja música

cada vez que um disser ao outro: "te amo"

que os anjos protejam nosso amor

e que ele seja razão de paz e alegrias em nossas vidas

e que eu viva a vida tendo os teus braços

sendo teu abrigo

porque o meu amor tem um nome

e esse nome é o teu!

Kethlene Vanzeler


terça-feira, dezembro 13, 2011

Nostalgia

Meu coração se atracou num porto, e parece que não consegue lançar-se para o mar aberto.

Parece que meu coração dá voltas pela orla em busca de algo que eu também não sei...

Há uma âncora profunda que não permite que ele se afaste da praia

uma ângustia, uma saudade, algo que talvez nem faça tanto sentido.

O meu coração sonha com outras marés mas está tão carregado de encomendas dele mesmo...

Meu coração quer coisas tão simples

reviver a paz dele mesmo

bater no compasso mais suave que já bateu

nostalgias de um coração que parece que endureceu... morreu... que não pôde mais ser seu ...

Kethlene Vanzeler

domingo, dezembro 11, 2011

Dores da alma

Carregamos muitos sentimentos conosco, dentre eles algumas dores da alma.
Velhos fardos inúteis que colocamos dentro do coração
E deixamos que esses fardos ocupem muito espaço
Em alguns casos deixamos que ocupem um lugar
para que preencham um espaço que não sabemos como usar dentro de nós mesmos...
E como pessoas controladoras que somos
Donos de uma verdade inútil
Acreditamos que somos fortes
E que essas velhas dores, que nos tornam pessoas velhas, é que nos tornam resistentes
Dores na alma servem apenas para nos tornar pessoas amargas
pessoas orgulhosas e na eterna postura de vítimas
Dores na alma servem apenas para alimentar um ego
um ego que um dia morrerá para que conheçamos a verdadeira alegria
Não há como ser uma pessoa nova carregando um baú de sentimentos velhos.

Kethlene Vanzeler




segunda-feira, novembro 28, 2011

Ainda


Tudo continua em mim

ainda sinto o cheiro da sua respiração

ainda ouço o seu sorriso

o seu "boa noite" antes de dormir

ainda sinto o gosto dos seus labios nos meus

e morro de saudade do beijo de cada chegada

e de todas as nossas longas madrugadas

ai... lembro o quanto fui feliz...

ainda ouço sua voz dentro de mim

meu corpo ainda se sente seu

e a cada longo dia que passa

lembro que você não é mais meu...

você ainda é aquele sonho

aquele sonho que ainda não aconteceu...


Kethlene Vanzeler

sábado, novembro 26, 2011

O teu Anjo


Do teu lado há um anjo bom
deixa que ele segure tua mão
deixa que ele te conduza
e faça sua missão

Escuta as palavras de D'us
através do sopro dos ventos

E sente Seu amor através
da correnteza das águas

Nossa vida é uma corrente
que flui na direção certa
ainda que tenhamos medo
da influência das ondas
e do encontro com as pedras
D'us conhece a profundeza de nossos corações

Do teu lado há um anjo bom
confia que D'us sabe pra onde fluirá o teu rio

e nesse mar que é a vida
teu anjo sempre te ajudará a submergir
de qualquer tormenta.


Kethlene Vanzeler

domingo, novembro 06, 2011

Saudade

De repente senti medo
que o tempo
esse intrépdo senhor
me roubasse alguns momentos

senti medo que o som da tua voz
fosse ficando cada vez mais distante
tão distante que eu não pudesse
mais ouvir outra vez

senti medo que o meu riso
não fosse mais tão natural
e que uma formalidade cortante
ecoasse no prazer de nossas conversas

Senti medo...
que o tempo estivesse me apagando em ti
e por fim...
senti tanta saudade
quanto só podem sentir
os que querem bem
os que querem perto
os que deixam o coração aberto
para que entre e permaneça alguém

a saudade não é uma lembrança
é a presença constante de alguém.

Kethlene Vanzeler

quinta-feira, novembro 03, 2011

O mundo de Alice


Gostaria de visitar Alice
lá onde tudo é perfeito
lá onde não há nenhum medo...

Parar por alguns minutos
e deixar tudo fluir
cada lágrima cair
e depois... dormir...

Acordar sem nenhuma corrente
sem pensar em nada
sem lembrar de nada
mesmo de tudo o que não consigo esquecer

Caminhar...
não falar...
não rezar...
não julgar...
não disfarar...

E aprender com Alice
uma gesto simples: perdoar...
para quem sabe, um dia, poder amar.

Kethlene Vanzeler

terça-feira, outubro 25, 2011

Movimento


É bom observar o movimento

Esse suceder de acontecimentos

ele é real

diferente do tempo...

Ele é feito de tudo...

De ações que produzem conseqüências

Do próprio giro do mundo

A vida é um carrossel, não há dúvidas

tanto é que a terra não pára de girar

não pára pra esperar

bobo de quem não acompanha o seu caminhar

O movimento é a única coisa verdadeira na vida

Nem lágrimas nem sorrisos...

Tudo muda todo dia

Nem vilões, nem mocinhos

O jogo não é esse

O jogo é perceber o movimento

E tentar movimentar o melhor possível

As peças nesse grande tabuleiro

A vida não espera você acordar

Não se pode vacilar

O certo é caminhar... caminhar

Aceitar e se movimentar

Não adianta muito rir ou chorar...

Kethlene Vanzeler

segunda-feira, outubro 17, 2011

Menina


Eu fugi de você
e da sua convicção
de que eu sempre abrirei a porta...

Esqueça a crença
de que te receberei sempre
com os olhos brilhantes

Descobri que você não é melhor
descobri que seu conto de fadas
está totalmente fora de moda...
e não quero ser uma
menininha demodê

Olhei hoje pro espelho
e realmente vi
aquilo que você nunca disse em palavras
mas que seus olhos denunciavam

Vi toda aquela beleza
que vivo escondendo
pra mostrar só pra você...

Esqueça minhas crises
minhas risadas altas
meu jeito passional de ser
vire a página...
me apague de dentro de você...
e tente meu bem...
tente não enlouquecer...

No fundo você sabe
que essa menina
é a menina que dominou você...

Finja que é insensível
e até seja
vire uma calota polar
mas não deixe eu me aproximar
porque você sabe...


sabe que meninas como eu
sempre terão talento
pra te segurar
e descongelar...
e se instalar dentro de você!


terça-feira, outubro 04, 2011

Silêncio


Silêncio...
um pequeno punhal foi encravado

na espuma fria
de mares salgados

e lá te encontro
em meio a um sonho distante
com desejos e ofegante

mergulhamos no mar
banhos profundos
ondas que nos fazem mergulhar

e as conchinhas que encontramos
não sabemos se trazem sorte ou azar
e nem quando e onde vamos parar...

durante a brisa mansa
que leva embora a luz do firmamento
usamos o mesmo punhal
para recortar nossos pensamentos

tudo oculto...
tentando não submergir

mergulhamos em águas escuras
você, eu e esse nosso desejo imprevisível
por aventuras...

Sabemos de muitas coisas...
coisas que a água salgada do mar
faz arder...
machucados no peito
sempre irão doer...

mas o silêncio há de sempre permanecer...

Kethlene Vanzeler

sábado, outubro 01, 2011

Confesso que amei


Se me perguntarem
o que fiz e por onde andei,
direi que respirei e caminhei...
direi que vivi, e que aprendi...

Se ter chorado foi errado
então digo que errei

Se não ter me contido
foi um fracasso
então digo que fracassei

Se não esperar foi um erro
então... muito errei!
eu nada esperei...

Então... aproveito e confesso:
muito amei!

Tanto amei que sofri, que chorei,
que errei, que me machuquei
e admito que amor não guardei...

Eu vivi...
Eu sorri...

me embriaguei no vinho de emoções secretas
numa paixão perversa...
e se esse foi meu crime...
acabo de me tornar ré confessa!

Kethlene Vanzeler

terça-feira, setembro 27, 2011

aSsInAdO: EU


Esqueci de te dizer
mas rabisquei totalmente seu coração
sim... com aquela cara de menina travessa.

Levei uma caneta colorida
com cheiro de bala de morango
e saí fazendo rabiscos

Todos no seu coração
tudo para você aprender
a nunca mais me dizer "não"!

Fiz nuvens e florzinhas
e até um anjo com asinhas
agora são minhas marquinhas

Você pode vir aqui e me castigar
mas no fundo...
só o que vai conseguir é me abraçar...

Estou escrevendo agora
porque quando escrevi "te amo"
esqueci de escrever:
Assindado: EU

Eu não podia deixar
tanto amor e tantos rabiscos
nesse anonimato.

Kethlene Vanzeler

quinta-feira, setembro 22, 2011

Te perdi


Eu te perdi
mas nosso amor ficou em algum lugar
nosso amor ficou em cartas
ficou gravado em histórias de amor
que hoje em dia não contamos a ninguém

Eu te perdi
em momentos que nem percebi
e fui perdendo... perdendo
até que apenas dissemos adeus...

Eu te perdi
mas você continua nos porta-retratos
e seu rosto ainda continua gravado
no mais profundo da minha alma

Eu te perdi
e nosso amor é uma daquelas histórias
que se chora só de ouvir...
talvez seja por isso que não contemos a ninguém...
talvez seja por isso que tenhamos encontrado alguém...

Eu te perdi...
perdi teus beijos, teu peito... tuas declarações, teu aconchego
mas continua sendo todo meu
o teu coração, mesmo que eu nunca te peça perdão.

Kethlene Vanzeler

sábado, setembro 17, 2011

Angel's Love

If I loved an angel
he could visit me anytime
no matter the distance ...
there was no reason not to have it ...

If I loved an angel
he would come every night
with much love and care
spend hours putting their fingers through my hair

If I loved an angel
I know he would never go away
without delay and would
every time I was in danger

If I loved an angel
it would be my
the sky and the stars
and all the kisses he gave me

If I loved an angel ...
does he love me?

How many angels out there no longer love me?
how many angels out there
I no longer take every second
thoughts?

sexta-feira, setembro 16, 2011

Amor de anjo


Se eu amasse um anjo
ele poderia me visitar a qualquer momento
não haveria distância...
não haveria razões para não tê-lo...

Se eu amasse um anjo
ele viria todas as noites
com muito amor e zelo
passar horas colocando os dedos entre meus cabelos

Se eu amasse um anjo
eu sei que ele nunca iria embora
e viria sem demora
toda vez que eu estivesse em perigo

Se eu amasse um anjo
tudo seria meu
o céu e as estrelas
e todos os beijos que ele me deu

Se eu amasse um anjo...
será que ele também me amaria?

Quantos anjos por ai já não me amam?
quantos anjos por ai
já não me levam a cada segundo
nos pensamentos?

Kethlene Vanzeler

sábado, setembro 10, 2011

Eis duas coisas que não dependem da nossa vontade receber: amor e tempo.

terça-feira, setembro 06, 2011

Desejo

Por onde quer que você andar...
apenas não esqueça de voltar...

quando a saudade bater
e o peito doer
basta apenas discar
basta apenas me chamar

quando o dia amanhecer
e você sentir que está prestes a enlouquecer
telefone para me dizer
que simplesmente não consegue me esquecer...

quando a noite cair
e o sol for dormir
não esqueça que eu moro aqui
bem perto dos seus sonhos

e pelo menos na hora de dormir
volta pra mim...
que eu estarei te esperando
com o mesmo desejo...

então...

lembre-se!

por onde quer que você andar
apenas não esqueça de voltar...
apenas nunca deixe de me amar!

sexta-feira, setembro 02, 2011

Continua


Continua existindo aquele sorriso doce
que costumava ficar escondido entre olhares roubados

Continua fria aquela mão
que nervosa tinha medo do seu toque

e aquela face que ruborizava
cada vez que você passava

porque tudo aquilo era e sempre foi amor...

amor de menina...

mesmo por detrás das cortinas
continua existindo aquela esperança...
aquele amor de criança
que sempre espera...

continua existindo aquela vontade de colo
e não há nenhum lugar no mundo que consiga ser melhor do que o teu...

teu ombro se acostumou a ser do meu...
o seu cheiro passou a fazer parte de mais alguém: eu...


Kethlene Vanzeler

sexta-feira, agosto 19, 2011

About Love

How long can love wait?
How many storms can pass?
How many lives can wait for love?

Love is like a ray of sunshine in the morning ...
wipes the drops of dew on the roses,
illuminates and warms,
reveals our face
and bare our smallness
before the mysteries of life ...

Love is the very fragrance of happiness
that passes over us like a breeze ...
and there is no need to imprison
there is always time to love ...

Kethlene Vanzeler

Sobre o amor

Quanto tempo o amor pode esperar?
Por quantas tempestades pode passar?
Quantas vidas um amor pode aguardar?

O amor é como um raio de sol no amanhecer...
enxuga as gotas de orvalho sobre as rosas,
ilumina e aquece,
revela nossa face
e desnuda nossa pequenez
diante dos mistérios da vida...

O amor é a própria fragância da felicidade
que passa por nós como uma brisa...
e não há necessidade de se aprisionar
sempre há o nosso tempo para amar...

Kethlene Vanzeler

quinta-feira, agosto 04, 2011

Rainbow


There's a pot of gold at the end of the rainbow ...
But most of the time
we can only contemplate
maybe touch,
we can not take over ...
otherwise destroy the rainbow
that after all, is just the projection of the reflections of sun rays on gold.


Kethlene Vanzeler

Sobre o arco-íris


Há um pote de ouro ao final do arco-íris...
Mas na maioria das vezes
só podemos contemplar,
talvez tocar,
não podemos nos apoderar...
sob pena de destruírmos o arco-íris
que afinal, é apenas a projeção dos reflexos dos raios de sol sobre o ouro.

Kethlene Vanzeler

terça-feira, agosto 02, 2011

Despedida

Eu nunca desejei que que tu fosses
e não pensei que irias

e quando foste embora
meu coração queria ir junto contigo

eu pensei em gritar
em me atirar nos teus braços

pensei em tantas coisas...
mas a única coisa que fiz
foi permitir que as lágrimas rolassem rosto a baixo...

e assim meus olhos se despediram dos teus
molhados como uma noite de tempestade.

domingo, julho 24, 2011

Apenas porque eu te amo

apenas porque eu te amo
eu finjo que te perdoo
perdoo por todas as suas mancadas
e teus esquecimentos

Eu finjo que aceito quando você vira de costas
me dá adeus e vai

eu digo internamente
não vá embora
e meu pensamento é tão forte
que você sempre volta
você sempre volta

apenas porque eu te amo
eu durmo mais tranquila
e não preciso sonhar acordada
porque você transforma todos os meus sonhos em realidade

você sabe me colocar nos seus braços
me amar
e depois me fazer dormir
como os anjos que voam
em busca de diversão

Apenas porque eu te amo
eu vejo o mundo mais tranquilo
e não importa o que aconteça
nós dois estamos aqui.

Just because I love you

Just because I love you
I pretend that forgive you
forgive you for all your blunders
and your forgetting

I pretend that I accept when you turn your back
I say goodbye to me and go... just go

I say internally
"don't go away"
and my mind is so strong
that you always come back
you always back

just because I love you
I sleep better
and not have to daydream
because do you turn all my dreams come true

you know put me in your arms
love me
and then make me sleep
like the angels flying
looking for fun in the sky

Just because I love you
I see the world more peaceful
and no matter what happens
we're both here.
..


Kethlene Vanzeler

sexta-feira, julho 22, 2011

Beleza

Só o homem é capaz de se alegrar em aprisionar a beleza da natureza...

quinta-feira, julho 07, 2011

Abandonment


I gave up hope you come back
I left in time saved scent
and your absence ...

I left crying alone
I ceased to regret the hours and the calm
I stopped thinking about your face

I forgot ... I forgot that my smile was your ...

I let you erase time
lighting and so did I ...
and living ...

because I did not see
but I was dying
me sad
for such a long wait
by so calm ...

I stopped you belong
and thus
I shall belong ...

I was cured of your abandoned
and now it's your turn to walk without an owner ...

By Kethlene Vanzeler

Abandono

Deixei de esperar que voltasses
deixei guardado no tempo aquele perfume
e tua ausência...

Deixei de chorar sozinha
deixei de lamentar as horas e a calmaria
deixei de pensar no teu semblante

esqueci... esqueci que era teu o meu sorriso...

Deixei que o tempo te apagasse
e assim fui me acendendo...
e vivendo...

porque eu não via
mas eu morria
me entristecia
por tanta espera
por tanta calmaria...

Deixei de te pertecer
e com isso
eu me perteço...

Me curei do teu abandono
e agora é tua vez de caminhar sem dono...

terça-feira, junho 28, 2011

sábado, junho 25, 2011

Lembranças

As melhores lembranças do mundo eu guardo com vontade!

eu adoro sentir saudade!

fecho os olhos, ligo o som, "Versos Meus" do skank, e viajo anos luz na imensidão dos meus sentimentos.

Revivo aquele momento tão bem guardado,

sinto aquele abraço... aquele vento frio no rosto...

sinto aquele toque nas mãos... e quase consigo tocar novamente a emoção que vivi.

Se eu pudesse guardava só os bons tempos...

todos os especiais momentos...

e esquecia de tudo, de todas as despedidas... de todas as ausências que inevitavelmente também guardo no peito.

Traria comigo só versos de amor... e enterraria todas as dores,

pra nunca mais sentí-las novamente.

Então no fim da minha nostalgia, me pergunto:

Porque razão gosto de sentir saudade?

Porque existem fatos na vida da gente que vale pelo menos a lembrança de termos vivido!

Kethlene Vanzeler

segunda-feira, junho 20, 2011

Aprendizado II

Já sonhei durante noites escuras,
e já me precipitei diante dos aparentes bons-ventos...
que foram apenas ventanias e ligeiros momentos.

Já acordei diante do sol nascente
e do canto dos pássaros

Senti o amor de um homem,
mas o único amor que ficou até hoje
foi o que recebi de mim mesma

Aprendi a acordar e levantar
independentemente da beleza da alvorada

Aprendi que nunca estarei só e nem abandonada
exceto se eu mesma me abandonar.

Agora caminho rumo a certeza de dias felizes
pois enquanto eu me preocupava
eu em nada ajudava
só escapava da minha linda jornada.

Agora assisto presente
o vento no rosto...
o beijo doce...
todo o amor que o universo me encaminha.

Kethlene Vanzeler

segunda-feira, junho 06, 2011

Ein Sof

O brilho das estrelas no firmamento
a sensação de frescor da água
a beleza do canto dos pássaros
a leveza das brisas
mensagens incontestáveis da presença de algo Superior
algo que envolve nossa existência
D'us está desde o primeiro raio de luz
até a mais profunda escuridão...
porque sequer sabemos se é mesmo a "escuridão"
ele está diante de nós e não o vemos com esses olhos...
esses olhos são humanos
e para enxergá-lo é preciso abrir os olhos do coração!

Kethlene Vanzeler

Para sempre...

Serei para sempre sua...
para sempre...

durante o romper silencioso de cada madrugada
a cada entardecer
em cada sorriso novo
a cada canção bonita
em cada olhar rumo a um novo horizonte
eu serei para sempre sua...
como o ar livre que se rouba e se devolve à terra
como o silêncio mágico e único de um beijo
eu serei para sempre sua...
como nosso maior segredo...

Kethlene Vanzeler

terça-feira, maio 31, 2011

segunda-feira, maio 23, 2011

Heroic Pretense


Saying that you forgot is the same as pretending ...

pretend not to think of you every time you step before the favorite places


pretend that when I feel your fragrance

... not tremble inside


pretend that when I hear your name

my heart will not fire.


pretend not to dream of you

and with the taste of your kiss.


pretend that when I see you

my world does not stop ... and everything happens in slow motion


pretend that their presence

is not a torture


pretend that their arms

are not the only place I really felt safe


pretend you're not my biggest wish

I try to suffocate every day ...



Kethlene Vanzeler

Heróico Fingimento


Dizer que te esqueci é o mesmo que fingir...

fingir que não penso em você cada vez que passo pelos lugares antes favoritos

fingir que quando sinto seu perfume

... não estremeço por dentro

fingir que quando ouço seu nome

meu coração não dispara.

fingir que não sonho com você

e com o gosto do seu beijo.

fingir que quando eu te vejo

o meu mundo não pára... e tudo acontece em câmera lenta

fingir que sua presença

não é uma tortura

fingir que seus braços

não são o único lugar que eu realmente me senti a salvo

fingir que você não é o meu maior desejo

que eu tento todos os dias sufocar...

Kethlene Vanzeler

domingo, maio 22, 2011

The smile of Monalisa


Monalisa has a secret

Just look at the bottom of her eyes

Each brightness

Laughter ...

A mystery to be revealed.

A beautiful lady

One lap to the show

Smooth hairs

Slowly down the bust

Discover who is she?

Forget his face beautiful

If you can ...

Tell her secrets to the ear

To discover

What's so hidden ..

Steal a kiss ...

She's looking forward!

sexta-feira, maio 20, 2011

O sorriso de Monalisa


Monalisa tem um segredo

Basta olhar no fundo dos olhos dela

Cada brilho

O riso...

Um mistério a ser revelado.

Uma bela dona

Um colo à mostra

Lisos fios de cabelo

Descendo vagarosamente pelo busto

Descubra quem é ela?

Esqueça sua face bela

Se você for capaz...

Diga-lhe segredos ao ouvido

Para descobrirmos

O que há de tão escondido..

Furte um beijo...

Ela espera ansiosa!