Páginas

quinta-feira, novembro 25, 2010

Quem sabe




quem sabe um dia esse dia chega
esse mundo gira
essas voltas se completam

quem sabe um dia
esse rio corre
e essas águas passam
e se amansam

quem sabe um dia
eu não ande por outros campos
e sinta novos perfumes
ou sinta aquele perfume inebriante novamente

quem sabe um dia...
nossos olhos não se abram
e a gente se enxergue novamente
quem sabe um dia... esse grande amor
não reconheça
que nunca morreu
que esteve sempre aqui presente
correndo nas veias
em águas profundas

quem sabe um dia
nossas avenidas não se cruzem...

domingo, novembro 21, 2010

Poema inocente

um poema inocente
para guardar a candura dos teus abraços
para eternizar o teu olhar doce
um poema doce para temperar teu coração

um poema incocente
para guardar os versos mais intensos
mais profundos de amor e desejo
e deixar tudo, no mais profundo segredo

um poema inocente
para clariar as noites escuras
para proteger a intensidade da tua luz

um poema inocente
para permitir que encontremos amor
mesmo diante da desilusão

um poema inocente
que guarde toda história
de uma grande paixão

sábado, novembro 13, 2010

PrEsCrIçÕeS

Não chore por aquilo que passou
o tempo sempre curará a dor
o tempo te trará de volta o amor...

não sofra pelo pássaro que voam em busca de verão
um dia eles sempre voltam
sempre voltam pra tua estação...

não passe a vida sem colher suas margaridas
pois os campos floridos são com custo semeados
a vida é uma moça bela que não deve passar despercebida

o amor guardado no teu peito é teu
a dor sufocada é tua
a paz que sentes é tua
nada há no teu mundo que não seja fruto
dos tesouros que tu mesmo buscas e guardas

Ouve então as súplicas da tua alma
acolhe o teu próprio coração
na busca pela felicidade
pois é só ele que pode te livrar da tua própria escuridão...