Páginas

sábado, agosto 04, 2007

Gota d'água




eu olho pela janela
vejo cores... sem cores
eu ando sem rumo
sem ver...
eu tento procurar um lago
pra lavar a alma
eu jogo tudo
num baú de desilusões
e ilusões...
tento sufocá-las!
eu tranco aporta
não deixo nada aberto...
eu paro no tempo
e olho de novo para janela
cadê? cadê?
o que eu tanto procurei...
já não existe mais
e fica aquela angustia cruel
que cai gota a gota no meu coração
fui eu a culpada!
e agora surge como uma gota d'agua...
a imagem do teu sorriso
chamando minha atenção...

Nenhum comentário: