Páginas

terça-feira, novembro 21, 2006

Ilusão


Eu quis beber
o vinho seco
com a garganta molhada
e quis voar sem asas
e nadar sem aguá...

Eu quis cantar
o som das águas
nem onda fui
nem ligeira maré...

Eu quis saber
dos segredos do baú
mas esqueci que não tinha chaves
e sem querer derrubei ele no poço

Eu quis fechar os olhos
quando eles deveriam
ver o brilho do sol
e quis abri-los
qaundo er hora de dormir...

Eu quis esquecer
como é ruim existir
mas não deu...
você não é meu...

Ilusão sim
querer ter...
querer ser...
querer poder...
sem poder...

agora ter que esquecer...
ilusão
...ilusão marca pra sempre

Então até nunca mais
meu espelho quebrado

Nenhum comentário: